ENGRAVATADO 👔 👔

Hora de ficar engravatado e você não faz a mínima ideia de por onde começar? Se liga nessas dicas, e se torne  o “sommelier” das gravatas!  😂👔 Aquele cara legal, que sempre está com um nó bem dado e disposto a ajudar os amigos. 😉

Quem nunca imaginou de onde veio esse acessório? Para que usar gravata? Se liga nessa história: Há relatos que assim como todos os acessórios a ideia do uso da gravata é antiga. Acredita-se que já havia homem engravatado durante o século I a.C, os gregos usavam um tipo de cachecol úmido em volta do pescoço para refrescar das altas temperaturas, isso  foi se perdendo com o tempo, mas por volta do século XVII o acessório chegou a França com influência do regime croata que o país vivia na época, e era usado em tecidos mais leves para refrescar a temperatura nos dias quentes e de lã, no inverno para deixar o corpo mais quente!

E como franceses são finos, trataram logo de adaptar o acessório, que antes tinha uma utilidade primária e acabou evoluindo para um detalhe de status para o look! Vários caminhos e adaptações levaram a gravata ao que ela é hoje. Hoje alguns homens usam o acessório como peça obrigatória no dia a dia, já outros restringem o uso para ocasiões especiais, mas seja como for, todo mundo quer estar engravatado em grande estilo. Para isso:

  • Entenda, qual é a largura da lapela do seu terno ou blazer e combine a gravata a partir dessa largura. Normalmente existem 3 tipos de larguras de gravatas, e elas teoricamente variam assim na hora de combinar com a lapela: lapela mais fina = gravata mais fina… lapela mais grossa = gravata mais grossa. Parece complicado, mas é simples!
  • Conheça um pouco sobre cores e saiba como combiná-las! Afinal, nem sempre você estará inspirado para montar composições cheias de personalidade, nessas horas aposte no convencional, aquelas escolhas que não têm erro, sabe?
  1. Entende o conceito básico do círculo cromático abaixo: As cores primárias são Ciano, Magenta e Amarelo e é delas que vem todas as variações de cores existentes, a partir da mistura dessas primárias. A combinação entre as cores podem ser entre monocromáticas, que são variações de tons de uma mesma cor, análogas que são cores vizinhas no círculo cromático, complementares que são pares de cores, que se contrapõem no círculo e tríades que são trios de cores que se contrapõe por meio de pontas de tiângulo no círculo.  Veja mais na tabela abaixo: 
  • Aprenda pelo menos um tipo de nó, e saiba fazer ele muito bem feito! É legal saber outros estilos de nós, mas um nó básico bem feito, vale mais do que qualquer nó difícil. Sem contar que um look básico e bem feito em todos os pontos é o suficiente para deixar sua combinação com muito mais estilo e personalidade.

Curtiu a breve história sobre gravatas? Saiba mais aqui e aqui.

Quer acompanhar nossas novidades? Não deixe de seguir nossos perfis no Facebook e no Instagram.

Instagram
@ciadoterno.oficial